ALBUM EDIÇÃO ESPECIAL -LUANDA MEU SEMBA

EDIÇÃO ESPECIAL Normal e Instrumental

CRÍTICA

 

LETRAS DO ÁLBUM

Luanda meu semba
Luanda meu semba

Luanda
tu mandas parar
a luz do luar,
fazes prosseguir
a noite a brilhar

Luanda
mexe e remexe
no semba
dos becos do Cazenga
até à marginal.

Luanda
Tu fazes sorrir
os raios de sol
batendo no mar

Na ilha de Luanda,
mufete a sair
Kianda feliz
Luanda a cantar…

Meu semba

Ai que saudade
de Luanda a sorrir
ver outra vez o teu jardim
a florir

Oh nossa Luanda
saudade sem fim
que me fez chorar
e depois sorrir

Luanda,
tu fazes sonhar
com teu sol ardente,
o beijo mais quente,
em lábios de mar

Eu me revejo
com nostalgia,
criança no prenda,
sinto a magia
das noites do Cassenda

Vejo e revejo
teu coração Mutamba
os pés no chão do Sambila
e da Samba
O pôr-do-sol cor de muamba

Luanda
beleza sem par
no teu horizonte
Mussulo a bailar….

Meu semba
A chuva caiu
seu rosto molhou
misturou, confundiu
o quanto chorou,

Um raio de sol
depressa secou
as marcas de pranto
que a chuva levou

E os rios encheram
seus leitos sem pranto
as plantas cresceram
com viço e encanto,

E a terra sonhou
que a vida sorria
que o rosto marcado
não mais voltaria,

Mas quando acordou
trovões explodiam
na terra de sonho
ainda chovia

Chuva de trovões
choram multidões
mas brilham estrelas
vibram corações

A terra acordou
e ainda chovia
mas não parou de sonhar
Todo o dia
Anda menina morena
n’ areia do mar

Ginga n’areia menina
à luz do luar,

Risca poesia n’areia
o teu caminhar

Na noite quente o teu passo
tem ritmo sem par

Vem
cintilante para mim
menina do mar
teu sorriso é meu jardim

Vem
Docemente para mim
menina do mar
meu pedaço de jasmim

Traz tua canção
e canta para mim

Abre o coração
meu canto é para ti

Menina do mar
brilho no olhar

Menina do mar
Luz do meu luar
Luar e areia

Na madrugada o abraço
do teu ondular

Tem o calor, o sabor e a poesia
d’areia do mar
Menino de rua
a rua é tua
Só tens a liberdade de sonhar
Com a lua

Bis

És o dono desse andar errante
com teu sonho de criança
distante

Trazes as feridas dessa terra
no peito
só as estrelas iluminam
teu leito

Sem tecto, sem escola
vazia a sacola
menino sozinho
perdeu seu caminho

Sem tecto, sem escola
vazia a sacola
menino de rua
que vive de esmola

Só tens na mão o papelão
que guarda teus sonhos adiados
de criança

Na outra mão o futuro
se de ti houver lembrança

Menino de rua
a rua é tua
só tens a liberdade de sonhar
com a lua

É hora
de dar a tua mão
e bem juntos fazer
de amor a canção

É hora
de dar a tua mão
e bem juntos trazer
amor agora

agora
vamos dar as mãos
e bem juntos trazer amor
Angola
Solo basto una mirada
para escuchar tu vos

Solo basto una mirada
para sentir tu corazón

Del Caribe, mujer
del Caribe

Solo basto un momento
para olvidar mi tormento
y muy pronto sueltar
mis lágrimas al vento

y la tierra caliente
absorvió la canción
de uma mirada profunda
que alcansa el universo

Y el amor asi nació

Solo basto una mirada
para querer – te
solo basto un momento
y toda la vida te he de amar

Del caribe, mujer
habanera
del caribe

FICHA TÉCNICA