SEMBAMAR O PONTO DE ENCONTRO ENTRE O SEMBA E O MAR

SEMBAMAR é o novo CD do Cantautor Né Gonçalves, verdadeira obra de arte criada sob a direcção artística de Jorge Cervantes, reputado produtor musical de origem peruana e tão presente na reinterpretação da música popular angolana nas duas últimas décadas. Gravado sem pressas, em Luanda, Lisboa, Madrid, Los Angeles, Miami, Nova York, Rio de Janeiro e Lima, os quinze temas de SEMBAMAR têm a participação de 67 músicos (*) de virtuosismo reconhecido, de 14 diferentes nacionalidades, que deixam marca própria numa grande diversidades de estilos.

SEMBAMAR O PONTO DE ENCONTRO ENTRE O SEMBA E O MAR

A propósito, diz o crítico musical Jomo Fortunato que “Depois da versão cantada, e da transfiguração instrumental do CD “Luanda, Meu Semba”, obra emblemática e experiência singular na história da renovação estética da Música Popular Angolana, surge-nos “Sembamar”, um disco que confirma a maturidade de Né Gonçalves, ao nível da prestação vocal e da construção textual, dois atributos fundamentais da sua personalidade artística.

Este disco confirma a afeição desmedida de Né Gonçalves pela música, e reforça a plasticidade do seu investimento, em harmonias complexas, reservando sempre um espaço de diálogo com o ritmo mais conhecido dos luandenses, concretizada em “Sembamar”, tema que dá título ao CD.

Infinitamente versátil, Né Gonçalves, demonstra que é tão melódico quanto ritmado, numa constante metamorfose, em que a nostalgia da tradição se junta ao mar, com o calor do amor, fazendo emergir a “cadência da dikanza”, tendo o “luar”, como fiel testemunha.

Pela magnitude dos arranjos, e preocupação metafórica do texto, Né Gonçalves propõe, em “Sembamar”, uma paisagem musical única, no conjunto das novas tendências da discografia angolana mais recente, e inscreve o seu nome, com letras de ouro, na vanguarda dos que lutam pelo prestígio, e expressão internacional, efectiva, da Música Popular Angolana.

Desde a distorção das guitarras, ao preenchimento das teclas, passando pela poeticidade das cordas, ao nível dos arranjos, incluindo a dimensão metafórica do texto, “Sembamar” é uma carta de amor redigida a todos os apaixonados, que atravessam a ponte do belo, e que pretendam “voar para Benguela/ num flamingo cor-de-rosa”…”

(*) 67 MUSICOS PARTICIPARAM NA GRAVAÇÃO DESTE CD:

Angola: 14
Argentina: 2
CaboVerde: 5
Cuba: 3
España: 2
Estados Unidos: 29
Haiti: 2
México: 1
Moçambique: 1
Peru: 4
Portugal: 1
Puerto Rico: 1
Venezuela: 2